Arte do conhecimento

Sempre desejei uma boa morte, pois quem durante toda a vida foi só, decerto saberá enfrentar melhor que outro esse negócio solitário. Em vez de ser tomado pelo berreiro próprio à limitada capacidade dos bípedes, expirarei na alegre consciência de ter cumprido a minha missão, e de retornar para lá, de onde emergi tão altamente […]