A questão da vida

Sob o ponto de vista da história, nota-se que certas constantes do pensamento humano atravessam o espaço e o tempo. Por exemplo, a massa como grandeza física fundamental nos dá a medida da inércia ou resistência de um corpo. O peso remete a força gravitacional que atrai corpos ao centro, ao passo que volume, refere-se a magnitude nas três dimensões ou o espaço ocupado por um corpo. A luz, considerando como ondas eletromagnéticas desprovida de massa, reflete os objetos, quer dizer, ideias que nos mostram a vida como conhecemos. Já conservação, seleção e unificação são conceitos, que pela atualidade vivida, tendem a convergir e se integrar. Basicamente esta integração do conhecimento tem dado passos gigantescos graças a física, a biologia e neurociência. A física tenta condensar a estrutura do universo em equações fundamentais da relatividade geral e mecânica quântica, a biologia compreender a vida embasando-se principalmente na teoria da evolução de Darwin e por fim, a neurociência na compreensão da mente humana.
Estes aspectos envolvendo energia e matéria nos introduz em nuances, que até aqui, nos incita fazendo Parmênides atual ao dizer que os ‘limites do pensamento não determinam as fronteiras do ser’, quer dizer, a vida é muito mais que tudo isso que temos por aqui. Uma das características dos seres vivos, incluído aí o ser humano, é o limite da própria vida. Nietzsche ao reclamar da solidão em que vivia e inserido no contexto ‘energia e matéria’ de ‘vida e morte’, decretava: “quem tem ainda Deus por companhia nunca conhecerá a solidão que sinto.” Enquanto Tolstoi dizia que as questões científicas como algumas das citadas acima, mostram a força da mente humana mas não respondem as questões da vida. Como ela é.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s