Natureza da consciência

De forma resumida diremos que a consciência é uma manifestação do universo, daí a premissa que poderemos empregar as mesmas leis que se aplicam aos demais objetos universais. Estudos científicos, talvez mais teóricos que práticos, nos levam a ideia de consciência como espiral matemática. Leis matemático geométricas as equiparam a outros desenvolvimentos universais. A ideia de espiral evolutiva foi apresentada em fins de 1980 no VII Congresso Nacional de Psicologia em Barcelona. Em um estudo de Espiral Evolutiva descreveu-se a espiral de desenvolvimento humano, mostrando que a evolução da consciência seria uma sequência de acontecimentos interligados com equilíbrio, harmonia, progressão e ritmo, podendo envolver processos de auto-organização visto na teoria do Caos.
A ciência afim a este processo, coloca tal ideia dentro de uma estrutura em que os ritmos internos são circundados por uma espiral matemática. Incluem seu desenvolvimento dentro de esquemas matemático geométricos individuais de crescimento humano e consciência. Esquemas estes envolvendo estruturas binárias, ternárias, quaternárias e hexagonais. Daí sua colocação dentro de leis matemáticas próprias equiparadas a outros desenvolvimentos universais, sem redução da percepção de realidade. Aceita-se que o desenvolvimento humano, via crescimento em quatro fases, envolve a consciência. Segundo especialistas, estas fases se repetem na Espiral Evolutiva ao longo da vida, variando sua estrutura de um caos inicial até sua organização consciente em níveis mais complexos. Um detalhe cultural: a visão ocidental do desenvolvimento humano é linear e hierárquica em que desenvolvimentos posteriores são superiores aos anteriores; visão de tempo linear. No Oriente a realidade é regida por um tempo cíclico; nuances que fazem diferença. Caso aceitemos a estrutura geométrica associada ao desenvolvimento em espiral, nos inserimos num processo concomitante linear e cíclico. A ideia de espiral no desenvolvimento humano, nos leva ao fato que os tempos de cada uma das fases da estrutura geométrica têm duração estabelecida matematicamente; aqui, trata-se de detalhe descoberto empiricamente. Outro fato é que durante o decorrer do curso em questão, a espiral ajusta os tempos dos eventos às pautas demarcadas pela simetria.
O que poderia advir das ideias acima? Um futuro infinito em que um dia consigamos mapear as variantes mentais, ou o pensamento, e por tal, estudá-lo como fazemos com a matéria cerebral. Nuances nas cores, formas geométricas e etc poderão nos levar a um universo inimaginável. Que venha o futuro.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s