Superstições

Na Idade Média, gatos foram acusados de serem representantes do Demo, e por tal, banidos da vida familiar européia. Por isto, ratos assumiram o controle e albergando a bactéria da peste bubônica, disseminaram esta doença fatal. Assim é a vida, associação de imagens mentais ou arquétipos fazem com que se instalem superstições. Segundo o pediatra egípcio Ahmad Bakr, referindo-se a elas, cita como causas “ falta de dinheiro, corrupção e ignorância presentes em todos os níveis, do governo a médicos, incluindo aí, pacientes.” Relata a frouxa regulamentação, punições fracas, profissionais incapacitados e medicamentos milagrosos como fatores incentivadores de superstição e charlatanismo. Nos avisa que uma em cada cinco clínicas privadas egípcias não estão habilitadas oficialmente.
As forças armadas nacionais que possuem forte influência social, acabam por incentivarem a picaretagem médica. Recentemente anunciaram terem inventado um dispositivo que detectava à distância, hepatite C, HIV e gripe A (H1N1). O aparelho milagroso para tal, detectava ondas eletromagnéticas emitidas pelo fígado baseado em um falso detector de bombas inglês. Além do mais, os atuais detentores do poder na terra dos faraós, se vangloriam de terem inventado uma máquina que cura hepatite C, HIV e câncer, alimentando ameaças sanitárias e histeria popular, muitas vezes por motivação política.
Chama atenção, decisões equivocadas nas epidemias como na gripe A de 2009, em que legisladores mandaram sacrificar 300 mil porcos do país sem provas suficientes de seu contágio. Lembrar que, pelo costume islâmico de proibir comer carne suína, tal medida foi o sinal para tentarem se livrar do rebanho suíno num país de maioria muçulmana. Segundo Milad Shukri, líder cristão ortodoxo e minoria no país, “a maior parte desses animais eram de pobres zebaleen (coletores de lixo), cristãos, que os usavam para digerir a matéria orgânica”, explica ainda que “Milhares de famílias perderam sua fonte de renda por um decreto absurdo, sem base científica.”
Pandemias como gripe A, AIDS, gripe aviária, são oportunidade a charlatães agirem com mais força sobre a crença popular. Isto, lá ! Aqui, atreve-nos a pergunta; por acaso, clinicas de cura gay, por conta de interpretações sectárias ao livro sagrado, não seriam a mesma coisa ?

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s