Perdas e ganhos

Seria adequado recordar algumas afirmações sobre a crise de 2008, como por exemplo, que os mais ricos poderiam acabar com a pobreza extrema, que somente 3 mulheres estão entre os 30 mais abastados, que os seis herdeiros do Wall-Mart possuem um patrimônio de 68.7 bilhões de dólares ou 30% do total da parte mais pobre dos EEUU. Continuando, um terço do PIB mundial está nos paraísos fiscais e a desigualdade social aumentou depois de 2008. Tudo iniciado com o estouro da bolha imobiliária americana em agosto de 2008, apesar dos seguidos alertas em vão, ao presidente deste país. O resultado são 1646 bilionários ou, o dobro de 2008, no universo de 870 milhões na pobreza extrema.
Para entender o ritmo da coisa, em 2013, houve um acréscimo de 2 milhões de novos milionários ou 15% a mais que 2012, por conta da recuperação do mercado de capitais e de habitação. O total de multimilionários é de aproximadamente 13,7 milhões ou, só em 2013, 53 bilhões de dólares, dito, pela consultoria Capgemini e Banco real do Canadá ou 14% além do ano anterior. O incremento da acumulação está em linha com o aumento da desigualdade. No Japão houve um aumento de 22%, o maior desde 2000 ou, o maior entre 25 países em número de multi-ricos; tudo por conta do mercado acionário 57% maior que o ano anterior. Os japoneses só perdem em incremento de ricos para os americanos. Por lá, 80% das ações estão com 10% das famílias mais ricas; tudo novamente por conta do mercado acionário.
As causas estão no acesso a educação e saúde, oportunidades de trabalho, mudanças climáticas e violência. A famosa política do FED americano de “deixe fazer e deixe passar,” permitindo liberdade econômica total, associada a habilidade em manter-se no poder e pagar menos impostos, culminou com o aumento dos bens. A coisa é tão eficiente, que o Nobel Joseph Stiglitz propõe um imposto mundial de 1,5% sobre o patrimônio mundial, sem falar de Piketty. Enquanto isso, a classe média luta contra a corrosão dos empregos e inflação. Convenhamos que o combate à corrupção, por si só, se efetivo, decerto dará algum impacto positivo nesta questão.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s