Novamente o Silala

Por conta da presidência boliviana do G77+China, fizeram forte lobby da água mineral do rio fronteiriço com o Chile; o Silala. Motivo de fortes disputas com os chilenos, sua água altamente mineralizada e posteriormente tratada, emerge das montanhas bolivianas na fronteira comum com o Chile.
A querela é que bolivianos reclamam o pagamento de 14 000 litros de água pois, segundo eles, desde 1906 o Chile transpôs suas águas por aquedutos até a cidade de Arica que, desde os anos 70, serve de produção à mina de cobre a céu aberto no norte chileno. O detalhe aqui é que tal transposição foi feita via privada no início do século XX após firmado o tratado de paz com os bolivianos em 1904. O Chile diz que a demanda boliviana por pagamento da água não procede já que se trata de água de curso sucessivo, isto é, um rio internacional.
A questão da água e seu uso tem sido largamente discutida mundo afora, desde os confins da China, passando por Índia, África e chegando a América Central e do Sul. Entre nós, tudo parecia ir bem desde a difícil transposição do São Francisco passando por represas em diferentes estados da Amazônia ao Sul. Um inesperado atingiu São Paulo, que em um ano, secou seu reservatório do Sistema Cantareira colocando à mostra sua fragilidade e ameaçando deixar sem água 10% de nossa população. Como sabemos da geografia, o rio Paraíba do Sul passa por São Paulo e chega ao estado do Rio; nenhuma novidade. Propuseram por conta disso, transpor suas águas visando abastecer a Cantareira num sistema de dupla via, água do Paraíba pra lá e da Cantareira pra cá quando assim necessário se fizesse. Resultado, o Rio foi à justiça questionando o risco necessário da população do estado em seu uso. Deixemos a justiça resolver, mas convenhamos, que todos nós brasileiros podemos nos apertar, que o digam gaúchos e nordestinos, mas o pior mesmo é a questionável alegação carioca se considerarmos que o Paraíba, na parte do Rio de Janeiro, não passa de um grande canal de condução do esgoto até o mar.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s