Efeito colateral

Nota recente diz que os holandeses mais precisamente em Groningen, possuem uma das mais promissoras jazidas de gás da Europa. Por questões geológicas muito próprias, começou por lá, uma série de abalos sísmicos. A mais recente foi de magnitude 3 da escala Richter assustando governo e população local. Uma indústria que rende anualmente 12 bilhões de euros colocando em cheque economia povo e governo. Da noite para o dia aparecem fendas nas casas e súbitos afundamentos, por vezes, teto desabando.
A questão principal disso tudo é que a frequência de abalos aumentou após o governo holandês duplicar a produção do gás de Groningen em relação ao início do milênio. O resultado foi povo na rua obrigando o governo central a desbloquear 1,2 bilhão de euros para cobrir prejuízos e anunciar um corte de 20% na produção do gás nos três anos que seguem. Tal decisão reduz em 2,3 bilhões de euros na receita holandesa dificultando ainda mais o controle do déficit deste país.
Vemos aí um exemplo do desgaste na extração ambiental levando a efeitos inesperados e com prejuízos, justamente na hora do sonhado retorno financeiro. Convenhamos que estados baseados no modelo de acúmulo econômico necessitando resultados para cobrirem altas despesas, acabam pressionados por populações locais, rurais e urbanas. Forçando a extração de matérias primas além do resistível pelas jazidas, como no presente caso com terremotos, colhem uma série de efeitos colaterais.
Como bem podemos notar, o que seria uma solução, acaba por agravar ainda mais a vida. Só governos com credibilidade diante  seus povos, conseguirão impor sacrifícios, que por sua vez, só serão aceitos, caso o poder central seja visto como um gestor sério dos graves problemas da modernidade; o contrário, cada vez mais assistiremos o espetáculo de horror que todos os dias aparece nos jornais.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Efeito colateral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s