Economia, política e ambiente

Vem da Austrália a noticia que o governo local quer depositar três milhões de metros cúbicos de sedimentos no fundo do parque marinho da grande barreira de coral ao norte de Queensland. Isto tem por finalidade auxiliar a construção do porto de Abbot que deverá ser o maior porto de carvão do mundo.
Em números, o porto de Abbot deve aumentar para 70 milhões de toneladas a quantidade de carvão recebida resultando um lucro equivalente a 8,7 milhões de reais criando mais de 15 mil postos de trabalho. O Premier de Queensland disse que seu governo quer defender o meio ambiente mas não a custa do estado “Nós estamos no negócio do carvão. Quem quiser hospitais decentes, escolas e segurança tem que entender isso”, afirmou.
Outra nota nos mostra que Obama ao receber Alejandro Sans disse que apoia a campanha de criação de um santuário no Ártico, politizando com os russos esta questão por conta da apreensão do barco do Greenpeace. Afirma o mandatário americano que “durante muito tempo houve uma íntima relação entre as companhias de petróleo e a agência federal, que lhes permitiu fazer perfurações para procurar petróleo. É como se as autorizações fossem, muitas vezes, emitidas com poucas garantias de segurança por parte das companhias de petróleo”. Na prática, a Shell por pressão internacional suspendeu seu programa no Alasca em 2014, abandonando perfurações no mar de Chukchi, por conta de licenças concedidas pelo governo americano em 2008.
A questão ambiental passa por governos centrais que dão licença à empresas de exploração, que pelo forte lobby, submetem o estado a seus interesses econômicos. A questão central do ambiente está na prática vinculada aos interesses corporativos que financiam campanhas eleitorais e mandam a conta sob forma de atitudes que as favoreçam; um imbróglio que quanto mais demora sua resolução, mais agrava a situação climática.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s