Impasse

Juristas da União Européia em resposta à contestação de países como Reino Unido, por exemplo, consideraram a taxa Tobin ou imposto sobre transações financeiras em 11 países membros de UE , “não é compatível com o Tratado Europeu”, porque “viola as competências fiscais dos Estados membros que não participam”. Segundo eles, poderia distorcer a concorrência podendo tornar-se obstáculo à livre circulação de capitais e serviços. Tal decisão favorece os paraísos fiscais, no centro da disputa bancária entre membros da UE, com alguns mais radicais ameaçando desrespeitarem tratados firmados por fome dessa grana. No ano que se aproxima, os 11 países incluindo os mais pobres da União, esperavam uma receita extra de 35 bilhões de euros no primeiro ano. Alemães e Franceses continuaram apoiando a taxa que aguarda decisão dos ministros das finanças da UE para sua implementação ou não.
Não é somente a questão financeira que está em jogo, ou quanto arrecadariam os que aderiram ao imposto, mas principalmente ao fato que a taxação das operações financeiras, dá a governos um sistema de controle via departamentos fazendários, da origem e destino do capital. Por tal sistema de controle pode-se observar se o dinheiro é legal, se há sonegação de imposto, qual origem e destino. Quer dizer, está por trás desta discussão, nada mais nada menos, que o capital ilegal via pessoas físicas empresas e bancos; maiores beneficiários da guerra fiscal entre países. Talvez aqui, um dos maiores gargalos de fuga de capitais e grande entrave ao encaminhamento da atual crise financeira.
Não nos esqueçamos que esta questão não é apenas dos países ricos, isto é, europeus e americanos, mas paraísos ficais envolvendo dinheiro ilegal na Ásia com Tibet, por exemplo, África com o Kênia, e nós, latino americanos com o lucrativo narcotráfico via crime organizado. Outras atividades também colaboram para que parte do capital em fuga, via corrupção, acabe por aumentar a cada dia a concentração de renda principalmente entre os mais pobres.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s