O fisco

Dizem que 20% do PIB italiano se perde por evasão fiscal ou 2 bilhões de euros; daqui nada sabemos. Por tempos bicudos, o governo italiano foi à luta; Sophia Loren, vestida de seda, ficou 17 dias presa em 1982. Em 1970 evadiu 7.000 dólares que não era pouco, e a demora decorre que a atriz vivia fora da itália, e ao retornar, foi presa no aeroporto ficando numa morada rosa feita pelos colegas de cela. Já, Luciano Pavaroti, de tênis, foi conversar com a lei em 2000, visando acertar uma diferença de 12 milhões de dólares, depois de clamar que não morava na Itália, e sim em Monte Carlo, paraíso fiscal, afirmando: “não posso viver sabendo que as pessoas pensam que não sou boa gente”. Pavaroti morreu em 2007, negando qualquer conduta ilícita dizendo: “é difícil explicar a vida de alguém que viaja pelo mundo e visita a cada ano 50 cidades diferentes”. Outro que vendeu uma jóia de diamantes por 25.000 euros para quitar ao fisco um rombo de 37 milhões foi Maradona.
Agora, os estilistas Domenico Dolce y Stefano Gabbana, foram declarados culpados pela não declaração de 200 milhões de euros; sentenciados a um ano de prisão, suspenso, ficando a multa de 500.000 euros, tudo só resolvido, como aqui, após todos os recursos. Como não podia deixar de faltar, Silvio Berlusconi, declarou anistia fiscal em 2009, repatriando boa parte à multa de 5%; agora, parece atropelado pela justiça italiana com quatro anos de gancho e perda do cargo de senador da república, embassando planos de tornar-se presidente indicado pelo Senado.
Aí, o motoqueiro Valentino Rossi, sete vezes campeão, declarou Londres como domicílio fiscal depois de comprovação que vivia na Itália. Para encerrar a querela, pagou 19 milhões de euros em 2008, sobre um montante de 60 milhões. Disse: “Londres é uma cidade muito interessante, espero passar mais tempo com minha família e amigos da maior importância, considerando mais compromissos no mundo”; isto, na Itália. Para concluir, Messi na Espanha, sem falar dos daqui, sendo esta questão sensível uma das maiores querelas financeiras para encaminhar a crise do euro, ficando as perguntas: precisam ? E por aqui, tem evasão ?

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s