Ano de 2030

O escritório de análise e antecipação geopolítica e econômica da CIA, avisa sob seu ponto de vista, o que deveria ser o mundo nas próximas décadas. Publicado sob o nome de Global Trends 2030: Alternative Worlds, faz apanhado de opiniões americanas de como deverá ser em 2030. A vedete é a decadência ocidental, preservando os EEUU, acomodando chineses e sócios; quer dizer, sobra aos europeus óbviamente.
O BRICS formarão sistema econômico e militar, disputando com Japão, Alemanha, Reino Unido e França. Aqui um dado interessante: o domínio ocidental passaria dos 56% atualmente para 25% em 2030, perdendo mais da metade de sua influência econômica. Avaliam que se a crise da UE durar mais de uma década há risco de implosão; isso é velho. Como não poderia faltar, concorrência é fundamental, e o chamado CINETV (Colômbia, Indonésia, Nigéria, Etiópia,Turquia e Vietnam) terá influência regional ascendente com potencial mundial por sua alta taxa demográfica e econômica, afrontando China e Europa; esquecem que os turcos podem até lá, entrar na UE.
A internet alterará estruturas e natureza de poder, quer dizer, as ferramentes digitais influiriam forte nas relações em geral; arriscam muito aqui, pois é difícil avaliar quais ferramentas estão ainda por vir e que tipo de influência exercerão. A convivência entre políticos tradicionais e populações que se incorporam a rede são incógnita, por exemplo: Indignados na Europa, Movimento 5E italiano, Primavera Árabe e etc. Nossos olheiros do norte, avaliam o outro lado da questão como a melhoria governamental da vigilância cidadã. Técnicas militares serão incorporadas, via tecnologia, a agentes privados e não oficiais, nos enfrentamentos climáticos, políticos e crime organizado, cada vez mais organizado e profissional.
Por fim refletem sobre a água doce e seu esgotamento acelerado. Em 2030, 60% da população terá problemas com água acarretando conflitos regionais. Supõe que os hidrocarbonetos não esgotarão por novas técnicas de exploração; hoje, os EEUU são autosuficientes em gás, e em 2030, o será em petróleo. O mundo futuro será urbano com 60% da população, dominado pela classe média passando de 1 para 3 bilhões, num total de estacionados 8,4 bilhões que crescerão na África. Concluindo: o futuro a Deus pertence!

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s