Enquanto isso, vamos

Não parece correto achar o que é bom além mares também é aquém mares. Convenhamos que Noruega e Suécia apresentam problemas de quantidade de lixo, ou escassez, devido a competência que fazem a reciclagem; é digno de nota. Os ingleses implantaram taxa de reciclagem como forma de estimular ou torná-la um negócio rentável, e acabaram estimulando a exportação de lixo para Noruega e Suécia por ser mais em conta; convenhamos. No programa norueguês Waste to Energy inauguraram a planta de Brobekk visando incinerar o dito cujo, que pela competência, acaba por faltar matéria prima, bom e ruim, pois mostra competência na gestão mas acaba por faltar lixo e o negócio míngua na produção de eletricidade.
Segundo Jennicke Gerner Bjerkas da agência Waste de Oslo, “agora há demasiadas plantas comparada com a quantidade de degetos que se produz”; que bom, que ruim, em tempo, o mesmo ocorre na Suécia. A solução encontrada é a tradicional, importar lixo para transformá-lo em bom negócio, as licitações estão abertas e quem tiver matéria prima por aí e quiser se habilitar, a hora é essa. Sinceramente, ser rico, importar lixo e ganhar grana com isso é demais.
Lá, parece que a lei da oferta e procura é levada a sério pois avisam que pelo excesso de plantas de reciclagem ocorre queda dos preços. Acabam por ganhar duplamente pois além de processarem o lixo alheio, pagam barato e produzem eletricidade que faz cair mais ainda as despesas; novamente é demais.
Pra terminar, falaremos agora de outro detalhe, pois estamos tratando de lixo de qualidade, ou lixo bacana, o que faz com que eles escolham o lixo a ser processado. Não é qualquer coisa que aceitam pois dependendo da análise e impacto ambiental, rejeitam. Oslo importa da Inglaterra 50 000 toneladas de lixo que são entregues de outubro a abril pois tem maior validade na produção de calefação. Concluindo, estão em fase de expansão do negócio de olho na Europa; enquanto isso, vamos.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s