Evolução da Linguagem

Diremos inicialmente que a linguagem oral constitui um método organizado de comunicação entre humanos, que posteriormente evoluiu para a grafia dos elementos sonoros através de símbolos a que chamamos de letras e que se sofisticaram formando palavras, frases e textos maiores. Ao lermos um texto sempre temos uma visão geral da ideia, e ao depararmos com os detalhes, vamos destrinchando o que o autor tenta nos explicar.
Os linguistas falam que o cérebro humano identifica o significado nas palavras pelas letras iniciais e finais, aí sem saber se por razões de educação ou de sentido; por exemplo, enxaqueca: se mudarmos a ordem interna das letras, o sentido permanece; por exemplo, enquexaca, sem evidentemente criar uma nova palavra. Isto é dito porque especula-se que o sentido das palavras já estaria gravado no cérebro; o mesmo ocorreria com frases mais curtas em que as pessoas se fixam mais no sentido geral do que no siginificado literal das mesmas.
Fala-se isto para chegar a pensar alguma coisa sobre a forma de grafia que está se disseminando na internet principalmente através das redes sociais, daí parte do seu sucesso, não querendo defender ou atacar, mas entender. Um exemplo é a letra ‘C’ no sentido de “SE” e no sentido de “COM”, por exemplo: aonde ‘VC'(você) vai? ‘C'(com) quem ‘VC'(você) vai? Notar que se trata de um código mas que sua popularização é nítida, e poderá no futuro, deixar de ser marginal para tornar-se oficial. Nos países como o Brasil, a língua oficial esteve sob intensa mutação devido a influência de forte corrente migratória tornando nossa língua atual com o formato que se apresenta.
Fato é que o futuro cibernético está aí e não sabemos de que forma irá influenciar os costumes, principalmente na língua escrita ou falada e o que é definitivo ou modismo. Talvez podemos dizer em definitivo sobre a internet, que é uma mídia intensamente gráfica, entenda-se como baseada em imagens e extremamente resumitiva em consequência ao mundo atual. Este fato é bastante real, e que a linguagem parece trilhar um caminho interpretativo sobre o conjunto das palavras e não sobre as mesmas individualmente como no método tradicional.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s