Estado de Ânimo

Uma investigação realizada a cargo da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia por Sven Svebak em uma população de cinquenta e treis mil pessoas durante sete anos, revelou que o estado de ânimo é um fator fundamental visando alcançar a idade necessária para aposentar-se. A base procurada como determinante para se conservar jovem é a simpatia e o bom humor, conforme nos explica o chefe da pesquisa: “Não é suficiente rir muito. O humor abarca formas de pensar e frequentemente se dá no diálogo entre outras pessoas, pois não necessita ser exteriorizado”.
Foi descoberto ainda que o estado de estar alegre influi na longevidade, se mantendo até a idade de 75 anos. Investigações realizadas previamente mostraram que os indivíduos que padeceram de enfermidades crônicas, manifestaram maiores possibilidades de sobrevivência se contavam com uma agradável simpatia. Recentemente investigadores da mesma Universidade Norueguesa examinaram o bom humor com base em treis questionamentos, visando revelar aptidões de um indivíduo para reconhecer o humor e pensar de maneira alegre, determinando os melhores e os piores estados de ânimo. Posteriormente compararam os resultados obtidos, e o resultado final, culminou com uma percentagem 20% superior para aqueles que possuiam ânimo positivo, demonstrando capacidade em duplicar suas possibilidades de sobrevivência.
Face a pesquisa, Svebak afirmou: “cremos que o sentido do humor tem um efeito positivo na saúde mental e na vida social das pessoas mesmo após a aposentadoria. Contudo, o benefício na expectativa de vida não se observou após os 75 anos. Neste ponto a genética e biologia cobram maior importância.”
Como podemos observar trata-se de uma pesquisa, que no frigir dos ovos, nos avisa que nossa visão diante a vida como um todo influenciará na resposta que obteremos diante a mesma. Evidente que um estado de ânimo postivo, uma visão pró ativa, parece nos dar uma resposta melhor e consequente sobrevida, e ao que parece, mais saudável destruindo o mito de que a aposentadoria leva a graves problemas de saúde mental principalmente depressão.
Não é a ocupação laborativa que nos livrará dos problemas individuais cotidianos, e sim, a forma como os encaramos, e segundo a pesquisa, com bom humor e bom ânimo decerto os resultados serão melhores.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s