Exercitando o Sonho

Há que nos rendermos quando tentamos navegar em águas turbulentas deste assunto complexo chamado sonho. Sempre é bom tentarmos algo em relação a ele, pois desde que começamos grafar nossos pensamentos em relação ao assunto sonho entramos através de inesperado labirinto. Poderíamos tentar conceituar o que seja sonho; afirmamos desde já que aceita-se qualquer definição pois é muito dífícil saber se navegamos em águas turbulentas ou não. Definimos como manifestações de imagens e sons que durante as noites nos apresentam por alguns minutos que sejam.
Os Egípcios acreditavam que os sonhos eram a via pela qual nos comunicamos com os deuses. Sabiam desde então da importância desde mecanismo, isto é, da importância de sonhar, pois passamos um terço de nossas vidas dormindo e portanto o sonho está inserido no sono que ocupa grande parte de nossa existência. Poderíamos tentar aqui inserir uma outra ideia mais plausível de que o ato de sonhar são pulsões interiores de nossa consciência, que por mecanismo desconhecido, temos somente ideias. Outro fato relevante é que algumas pessoas sonham colorido e outras em preto e branco.
Uma outra característica dos sonhos é que não possuem ordem definida, isto é, poderíamos dizer que são atemporais, não estando restritos a nossa ideia de tempo e espaço. Talvez presos a ideia de universalidade ou do universo em si, não se prendendo ao nosso conceito temporoespacial que se dilata com a evolução do ato de sonhar. É importante lembrar que quando sonhamos, por estarmos a mercê do inconsciente, ocorrem fenômenos metabólicos que não controlamos como taquicardia ou sudorese, isto é, decorrente do sistema nervoso autônomo.
Um fato importante é que desejos, medos, ou lembranças são exaberbados no REM que são os movimentos oculares que ocorrem no ato de sonhar, momento em que o cérebro segrega hormônios que atuam durante este evento. O mais importante sobre o sonho é que quando sua atividade é suprimida através de medicamentos sofremos graus diferentes de confusão mental. Não é absurdo supor que os sonhos seriam o mecanismo de higienização das imagens ou sons acumuladas no inconsciente e que se liberam muitas vezes de forma distorcida.
Concluindo esta navegação tortuosa pela ideia do ato de sonhar, torna-se obrigatório chegar neles, dizendo que para Jung diferentemente o que pensava o Dr Sigmund, o Freud, os sonhos não são a realização dos desejos e sim a expressão da totalidade psíquica, em que diz:  “Não tinha qualquer motivo para supor que as unilateralidades da consciência se estendessem também aos processos naturais do inconsciente, pelo contrário. A experiência cotidiana me ensinou com que resistência encarniçada o inconsciente se opõe às tendências unilaterais do consciente.”
Por essas e outras acreditamos que os sonhos são resultado da excreção do pensamento, semelhante ao sistema urinário quando excreta o resultado daquilo que metabolizamos; talvez, quem sabe, os sonhos excretam o que pensamos, vivemos e armazenamos. O futuro dirá.

Anúncios
Esse post foi publicado em geral e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Exercitando o Sonho

  1. Teresinha Augusta Pereira de Carvalho disse:

    Acredito que hoje com os avanços das neurociencias podemos chegar não a definição de sonho mas, sua função como mecanismo cerebral. Os sonhos são processos de simulação;ou seja são verdadeiros simuladores de estados mentais sentidos ou experenciados durante o estado de vigilia da consciencia.É não se busca o seu significado ou interpreteção.Mas a explicação neurocientifca da sua função. É um estado fisiologico cerebral do sono.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s