Início » geral » A Tarefa da Filosofia

A Tarefa da Filosofia

Follow Um instante on WordPress.com

Um instante

  • Geraldo,num hipotético impeachment dos dois e considerando Aécio, herdeiro de Tancredo,mais aceito, ficaria bom para você a vice governança? 19 hours ago
  • Líder russo espalha por aí que há aliança entre o crime organizado transnacional e grupos terroristas radicais; narcotráfico e armas Vlad? 19 hours ago
  • Quando o parlamento perde o foco do livre debate das ideias visando bem comum e parte à chantagem e barganha é porque a democracia apodrece. 19 hours ago
  • Dr levi, diz aí:a redução pelos suecos do juro de financiamento da venda dos caças Grippen, é desistência pelo efeito Cunha, vulgo propina? 1 day ago
  • 1/3 da França sob restrição hídrica, Uruguai e Síria com forte seca, sem falar dos já conhecidos; enquanto isso, governo frágil sob ataque. 1 day ago

Filosofia, como entenderei a palavra, é algo intermédio entre a teologia e a ciência. Como a teologia consiste em especulações sobre matérias inacessíveis até agora ao conhecimento definido, mas como a ciência apela para a razão de preferência à autoridade, quer da tradição, quer da revelação. Todo o conhecimento definido (…) pertence à ciência; todo o dogma como o que excede o conhecimento definido pertence à teologia. Mas entre teologia e ciência há uma terra sem dono exposta aos ataques de ambos os lados: é a filosofia. As questões de maior interesse para os espíritos especulativos raro têm resposta científica e as respostas confiantes dos teólogos já não parecem tão confiantes como nos séculos anteriores. Estará o mundo dividido entre espírito e matéria? e, sendo assim, que é espírito e que é matéria? Está a alma sujeita à matéria ou tem energias independentes? Tem o universo unidade ou fim? Evolui para algum objetivo? Há realmente leis da natureza ou cremos nelas devido ao nosso inato amor da ordem? É o homem o que aparece ao astrônomo, um pequeno conjunto de carvão impuro e água, a arrastar-se impotente sobre um pequeno planeta sem importância? Ou é o que pensava Hamlet? Será as duas coisas? Há um tipo nobre e um tipo baixo de vida ou são todos meramente fúteis? Se um deles é nobre, em que consiste e como realizá-lo? Deve o bem ser eterno para poder ser apreciado ou merece procurar-se ainda quando o universo caminha inexoravelmente para a morte? Existe de fato a sabedoria ou não passa de derradeiro requinte de loucura? Não há resposta em laboratório para tais questões. Pretenderam as teologias dar respostas, todas demasiado definidas, o que as torna suspeitas a espíritos modernos. Estudar essas questões, senão responder-lhes, é a tarefa da filosofia.

Bertrand Russell em ‘História da Filosofia Ocidental’


1 comentário

  1. caroline disse:

    bem eu entendiu que filosofia nao e a quilo que se joga fora mas sim tudo aquilo que se aprende

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.268 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: