Arquivo do mês: maio 2009

Decisão, Desejo e Ação

A decisão é, na verdade, o que de mais próprio concerne a excelência e é melhor do que as próprias ações no que respeita à avaliação dos caracteres humanos. A decisão parece, pois, ser voluntária. Decidir e agir voluntariamente não … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

Tipos de Amizade

Três tipos de amizade são vantajosos e três tipos de amizade são nocivos. A amizade com um homem que fala sem rodeios, a amizade com um homem sincero, a amizade com um homem de grande saber, esses três tipos de … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

O Livro

Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso é, indubitavelmente, o livro. Os outros são extensões do seu corpo. O microscópio e o telescópio são extensões da vista; o telefone é o prolongamento da voz; seguem-se o arado e a … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

Complexidade

“à primeira vista, a complexidade é um tecido (complexus: o que é tecido em conjunto) de constituintes heterogêneos inseparavelmente associados que coloca o paradoxo do uno e do múltiplo. Na segunda abordagem, a complexidade é efetivamente o tecido de acontecimentos, … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

História de Jenni

A crença num Deus remunerador das boas ações, punidor das más, perdoador das faltas leves, é pois a crença mais útil ao gênero humano; é o único freio dos poderosos, que cometem insolentemente os crimes públicos; é o único freio … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

Carta a Augusto Bebel

«Supressão de toda a desigualdade social e política», em vez de «abolição de todas as diferenças de classes», é também uma frase muito discutível. De um país para outro, de uma região para outra, de um lugar para outro inclusive … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário

O Primo Basílio

Lembrou-lhe de repente a notícia do jornal, a chegada do primo Basílio… Um sorriso vagaroso dilatou-lhe os beicinhos vermelhos e cheios. — Fora o seu primeiro namoro, o primo Basílio! Tinha ela então dezoito anos! Ninguém o sabia, nem Jorge, … Continuar lendo

Publicado em geral | Deixe um comentário