Início » geral » Conflitos Culturais

Conflitos Culturais

Follow Um instante on WordPress.com

Um instante

  • O foco: Como bem conhecemos a história do viagra é fruto do inesperado, isto é, num estudo clinico o efeito co... bit.ly/1t0isrp 1 day ago
  • O foco: Como bem conhecemos a história do viagra é fruto do inesperado, isto é, num estudo clinico o efeito co... bit.ly/1t0irDN 1 day ago
  • O foco wp.me/pvTQg-1ss 1 day ago
  • Recordando: quando Saddam avançou contra khomeini, ascendeu um fogo que não podia apagar, quem segurou o tranco foram os xiitas iraquianos. 1 day ago
  • Dizem aí que 30 países ajudarão Iraque ir pro pau com os milicianos; tudo bem, mas o corpo a corpo vai ficar com o Iran já que é bem vindo? 1 day ago

Uma imagem cultural interessante, advém ao fato de que alguns povos semitas ou orientais que adotam o calendário lunar, principalmente semitas, o dia iniciar-se com o por do sol. Pode parecer bobagem, mas culturalmente este fato dá a estes povos uma visão diferente em relação aos ocidentais, influenciando em seus comportamentos. Para tal, vemos que naqueles em que o dia começa com o por do sol, diremos que se inicia com uma noite de descanso após um período de trabalho. Portanto, inconscientemente esperaram o dia como nós entendemos, dando a este inconsciente uma visão diferente daqueles que como nós, começa ao nascer do sol. Esta sutileza, ainda não bem percebida por todos, de fato diferencia estes povos na sua visão de rotina diária, enquanto para alguns, começar suas atividades diárias terão antes que descansar e aguardar uma noite, para outros o dia inicia-se ao acordar. Isto é dito, para dar base ao fato de como nossas visões culturais, influenciam nossos comportamentos em relação aos povos em si.
A escritora alemã Necla Kelek, de origem e educação turca, vive exatamente este choque, talvez com profunda influência nas diferentes sociedades. Defensora da democracia e liberdade, do laicismo, atraiu sobre si, sentimentos intelectuais ao atacar o Islã, religião na qual foi educada. Tal sentimento, evidencia-se em decorrência de seu apoio à proibição dos minaretes na Suíça e ao uso do véu em outros países europeus. Lançou recentemente um livro chamado ‘Viagem no Céu’ com fortes críticas ao islã, denunciando a vida familiar de famílias turcas islâmicas na Alemanha. De fato, alguns setores intelectuais a acusam de incitação ao ódio, mesmo defendendo valores como liberdade, democracia, educação e secularismo.
O fato é que a autora foi acusada de não ter perdoado humilhações sofridas no seio familiar, consequente ao autoritarismo religioso paterno, culpando a religião islâmica por este evento. Devido sua criação, teve grande dificuldade de inserção na sociedade alemã, durante sua fase de formação, isto é, desde criança. Viveu a duplicidade da vida nesta sociedade e no seio familiar. Até hoje, quando fala da Europa, diz “os europeus” e não “nós europeus”, demonstrando barreiras não superadas.
Por defender a liberdade de forma mais eloquente que os alemães, coloca-se a questão de que tal fato, decorre desta escritora ter conhecido a opressão para justificar sua eloquência. Por sua vez, a justificativa de que os alemães defendem mal seus valores, visa buscar não parecerem intolerantes, talvez em decorrência de passado histórico.
O fato é que Necla Kelek, vê-se confrontada com o dilema: deve ser o defensor da tolerância, intransigente perante ela? No seu caso especifico, questões como o uso do véu ou aplicação da Sharia e casamentos forçados, declara: “A religião é um aspecto da liberdade mas não está acima dela”.
E a nós, vale a reflexão sobre este dilema a cerca da tolerância?

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.269 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: